Tudo sobre MEI


Mei ou Microempreendedor Individual é a categoria de empresas destinadas a pessoas físicas que desejam se legalizar tendo seu CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – porém com bem menos burocracia, veja abaixo o que é e quem se enquadra na .MEI:

Logo-MEI_

A Quem se Destina o MEI

mei-como-se-formalizar

O MEI – Microempreendedor Individual – é destinado a pessoas físicas que tenham um negócio informal e desejam formalizá-lo sem muita burocracia. Para entrar no programa a pessoa inicalmente não pode ter sócios, ou seja apenas ela será responsável legalmente pela empresa, além de colher os benefícios que falaremos mais a frente. A Pessoa Física interessada também deve prestar atenção ao número de funcionários – esse número não podendo ser superior a um – uma vez que ele só pode assinar uma carteira de trabalho que terá todos os benefícios que um trabalhador de carteira assinada. Além disso o MEI não pode ter um faturamento – valor de circulação- superior a R$5.000,00 (cinco mil reais) por mês ou R$60.000,00 (sessenta mil reais) anual.

Taxas e Impostos pagos pelo MEI

Salario Minimo 2014-

O MEI além de outras vantagens, tem a de pagar um valor simbólico em seus impostos e dependendo do modelo de negócio proposto pelo empreendedor, o valor somado de todos os impostos varia de R$ 37,20 até R$42,20 e esses valores serão repassados a INSS e impostos locais dependendo do negócio. Veja abaixo uma tabela completa.

  • Comércio – R$ 37,20
  • Indústria – R$ 37,20
  • Prestação de serviços – R$ 41,20
  • Comércio e serviços – 42,20

Tais valores serão destinados a previdência Social, ICMS ou ao ISS, tornando assim o empreendedor isento de impostos como, Receita federal, PIS, IPI, CLL, cofins e PIS.

O valor dos impostos acima são pagos mediante carnê emitido pelo governo e pago mensalmente. Para saber como gerar o seu carnê do MEI ou como gerar a segunda via veja como.

Benefícios por se afiliar ao MEI

O interessado em abrir uma empresa sob o MEI, vai ter muitas vantagens, desde o benefício da aposentadoria, isso é ele tem o direito da previdência igual um funcionário de carteira Assinada, auxilio saúde entre outros que visam a isenção de impostos.

  • Custo reduzido para contratar um funcionário
    O MEI permite que a pessoa jurídica contrate apenas um funcionário de carteira assinada e esse funcionário dará um custo de 8% do salário mínimo vigente para o FGTS, 3% para para a Previdência Social além de mais 8% que serão de contribuição do funcionário – ou seja descontado do salário dele – para também contribuir com a Previdência. Dessa forma o empreendedor tem a possibilidade de ter um funcionário a baixo custo em relação a outros tipos de empresa.
  • Acesso ao Crédito
    Como um empresário completo com CNPJ o MEI conta com uma linha de crédito facilitado em todos os bancos do Brasil, especialmente para bancos do governo que participam desse programa, como a CAIXA – CEF – Banco do Brasil e Banco do Nordeste.
  • Sem contador
    Por ser um programa que visa facilitar o máximo possível do futuro empresário, ele também dispensa contador desde a hora de abrir a empresa até divulgar os dados, podendo usar artigos divulgados pelo programa que ensinarão a como deixar sua empresa em ordem ou até mesmo com a ajuda especializada do SEBRAE.
  • Emissão de Alvará pela Internet
    Como sabemos emitir alvará ou fazer um requirimento com a Junta comercial além de tempo requer muito dinheiro e o auxílio de um contador, porém para o MEI o alvará é emitido de graça e pela internet o mesmo acontece com a Junta comercial.
  • Governo seu principal comprador
    Como forma de apoiar a ideia o governo poderá ser seu maior comprador de serviços, mercadorias ou produtos tanto em esfera federal, estadual/distrital ou municipal e tudo sem a menor burocracia.

Como se formalizar pelo MEI

 

Para se formalizar como microempreendedor individual é muito fácil e todo o processo pode ser feito pela internet, porém, é necessário prestar atenção a alguns pontos interessantes que pode tornar seu cadastro inelegível. Não é possível se formalizarem pessoas cujo CPF já esteja vinculado a outro CNPJ mesmo que a atuação seja como sócio minoritário, ou majoritário ou até mesmo  com outra empresa cadastrada no MEI. O interessado também não pode ter pendências com a Junta militar ou TSE, além de ter o CPF devidamente funcional junto a receita federal.  Com esses requisitos já é possível que você faça seu cadastro, basta apenas verificar se sua categoria de empresa se enquadra no MEI. Para ver a lista completa clique aqui

Agora que  você já sabe se pode se cadastrar basta acessar esse link e fazer seu cadastro, se tudo der certo no final do cadastro você já terá seu certificado de Pessoa Jurídica.

One Response

  1. adenir valentim 29 de julho de 2015

Adicionar comentário