O que é o Bolsa Família


O Programa Bolsa Família existe desde 2003, vindo do governo Lula. Tem por objetivo dar apoio e assistência às famílias que enfrentam situações de pobreza e pobreza extrema. O Programa dá ajuda financeira às famílias, desde que elas façam sua parte, mantendo as crianças frequentes na escola e com o calendário de vacinação em dia, bem como as gestantes fazendo o pré-natal e as nutrizes (que estão amamentando) devem acompanhar a própria saúde e a saúde do bebê.

Fique de olho no seu extrato!

Fique de olho no seu extrato!

Condições para fazer parte do Programa

As famílias devem atender a alguma das situações a seguir para se enquadrar na Bolsa:

  • Renda de até R$77 mensais por pessoa;
  • Renda entre R$77 e R$154 mensais por pessoa, com pessoas entre 0 e 16 anos incompletos, gestantes ou nutrizes;
  • Renda entre R$0 e R$154 mensais por pessoa, com adolescentes entre 16 e 17 anos;
  • Se as famílias estiverem dentro das condições impostas e inscritas em algum programa federal.

Quem recebe o benefício deve atualizar suas informações a cada dois anos ou assim que houver alguma mudança na composição da família. O benefício é repassado por um cartão magnético preferencialmente para as mamães.

Tipos

São oferecidos quatro tipos de benefícios, cada um com especificações para cada tipo de família. Veja a seguir quais são:

Básico: para as famílias que estejam em situação de extrema pobreza, é concedido o valor de R$77 por mês. Independe da composição e do número de membros da família.

Variável: é oferecido para famílias com pessoas entre 0 e 16 anos incompletos, gestantes ou nutrizes. É possível acumular até 5 benefícios, podendo ser alcançado R$175. Se a família tiver crianças entre 0 e 15 anos são oferecidos R$35. As gestantes podem receber até 9 parcelas de R$35 se confirmada a gravidez até os 9 meses. Para as nutrizes o benefício é concedido por 6 meses no valor de R$35.

Variável Jovem: Para adolescentes entre 16 e 17 anos. O valor é de R$42 e podem ser acumulados até R$84 (valor de dois benefícios).

Superação da Extrema Pobreza: O valor desse benefício varia em razão do cálculo a partir da renda-per-capita da família e dos benefícios já recebidos. Pode-se acumular o Básico, Variável, Variável Jovem e um Superação da Extrema Pobreza, com o máximo de R$336 por mês.

Mais condições

  • A família deve estar incluída no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo;
  • Deve ser selecionada pelo MDS: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome;
  • As gestantes devem consultar para o pré-natal conforme o calendário do Ministério da Saúde;
  • As nutrizes devem participar de atividades educativas do Ministério da Saúde sobre como se alimentar de forma saudável e informações sobre o aleitamento;
  • Cartão de vacinação das crianças até 7 anos atualizado;
  • Acompanhar a saúde das mulheres de 14 a 44 anos;
  • Garantir a frequência escolar mínima de 85% das crianças de 6 a 15 anos;
  • Garantir a frequência escolar mínima de 75% dos adolescentes de 16 a 17 anos.

Para mais informações seguem números de contato:

SAC Caixa:  0800 726 0101 (informações, reclamações, sugestões e elogios)

Atendimento Caixa ao cidadão: 0800 726 0207 (PIS, Abono, Bolsas, Programas Sociais, FGTS, Seguro Desemprego, Cartão Social e Senha do Cartão Social)

Central de Atendimento MDS – Ministério do Desenvolvimento Social: 0800 707 2003

 

Alguma dúvida? Não deixe de comentar! 🙂

2 Comentários

  1. Marcia Cristina de Morais 18 de dezembro de 2015
    • Danilo 22 de dezembro de 2015

Adicionar comentário