Comparativo: FIES, Pravaler, Educa Mais Brasil


Se o pré-universitário passou para aquela universidade sonhada e não tem condições de pagá-la, começa o desespero. São diversas as opções dentre as instituições de ensino superior privadas, sendo muitas delas caríssimas.

Por esses preços altos, o futuro universitário acaba se frustrando e pensando que não existem alternativas viáveis para buscar o seu sonho. No entanto, atualmente existem diversos programas que podem auxiliá-lo a chegar no seu objetivo.

Esses programas são auxílios que pagam a mensalidade da faculdade apenas cobrando o valor de volta depois de algum tempo. Dentre eles, temos o FIES como a mais conhecida, além de empréstimos, ou financiamentos bancários etc.

Aqui vamos fazer especificamente um comparativo entre o FIES e outros dois programas: o Pravaler e o Educa Mais Brasil. Com qualquer um dos três, é possível entrar na universidade sem ter a preocupação dos caros pagamentos e seus vencimentos.

Comparativo: FIES, Pravaler e Educa Mais Brasil

Muitos pensam apenas no Fies para poder financiar uma universidade, mas existem outros programas menos conhecidos como esses outros dois. Claro, muitos outros também oferecem diversas vantagens, mas aqui optamos por falar um pouco a fundo sobre esses três.

Conheça o FIES

fies sistema

Quando se pensa em um programa para entrada na universidade, se pensa de cara no Fies, ou Fundo de Financiamento Estudantil. Principalmente pela forte propaganda governamental, essa é principal porta de entrada para estudantes de baixa renda numa faculdade.

Optando pelo Fies, o universitário só pagará o valor financiado pelo governo 18 meses depois de concluir o curso. Além disso, o número de parcelas para pagamento é enorme, fazendo com que as mensalidades sejam baixas para não pesar no bolso de um recém formado.

Por tudo isso, aquele que ingressa na faculdade não vai precisar se preocupar com o pagamento enquanto estuda. A única exigência do Fies feita em contrato é a de um pequeno pagamento trimestral de parte dos juros. Pequeno porque o teto dessa trimestralidade é de R$ 50,00.

Esses pagamentos são feitos em datas que podem variar sendo nos dias 5, 10, 15, 20 ou 25, nos meses de março, junho, setembro e dezembro. E por ser tudo previamente estipulado em contrato, pagar essa trimestralidade é de extrema importância . Caso essa norma seja desrespeitada, é possível a suspensão do benefício e inclusão do nome da pessoa no serviços de proteção de crédito como SPC e Serasa.

Caso você escolha esse programa, preparamos um artigo que mostra passo-a-passo a inscrição no FIES.

Conheça o programa Pravaler

portal pravaler

O PraValer é um dos programas que mais chega perto do Fies. Existindo desde 2006, o Pravaler já pagou mais de 1 bilhão de reais para cerca de 50 mil alunos financiando até 100% das mensalidades de um curso de graduação, pós ou NBA. Ele tem juros de no máximo 1.99% ao mês e oferece muitas formas de pagamento.

O programa pode ser usado tanto por calouros quanto veteranos, no primeiro ou último ano. De seis em seis meses é possível fazer a contratação do financiamento e o pagamento pode ser feito no tempo de até 2,5 vezes da duração total do curso.

Para se cadastrar no programa, é preciso cumprir alguns requisitos. Primeiramente, é necessário dar o nome de alguma pessoa, que funciona como um “garantidor”, e que tenha uma renda de, no mínimo, um salário mínimo. Qualquer pessoa pode exercer essa função, exceto o aluno.

Além disso, é necessário que tanto o estudante quanto o garantidor não tenham nenhuma pendência cadastral no SPC ou Serasa; comprovar uma renda mínima – do contratante (caso tenha) e do garantidor – que somadas devem ser de, no mínimo, duas vezes maior que o valor da mensalidade.

Quem solicitar, pode ser pré aprovado na hora para até o ano todo podendo incluir no máximo duas mensalidades que estejam em atraso. Além disso, o estudante não precisa ter feito o ENEM, nem ter alguma conta bancária. O programa também não conta com limites de vagas.

Conheça o Programa Educa Mais Brasil

educa mais brasil

Esse é um programa não governamental criado pelo instituto Educar e instituições superiores geralmente destinado a pessoas comprovadamente de baixa renda. Assim como os outros, tem o objetivo de disponibilizar bolsas – de até 70% – para aqueles que não tem condições de pagar uma universidade particular.

Para se candidatar a uma vaga no Educa Mais Brasil, é necessário ter estado nos últimos seis meses fora de alguma universidade além de comprovadamente não poder pagar pelo curso de graduação. Caso o aluno cumpra esses requisitos, o interessado deve se inscrever no programa pelo site da instituição EducaMais Brasil.

Feito isso, o candidato irá ser avaliado pelo programa e receberá uma carta de aprovação via email caso seja aprovado no processo seletivo. Tendo a carta em mãos, basta se dirigir a alguma instituição de ensino conveniada com o programa e que tenha o curso desejado.

Embora o maior foco seja para o ensino superior, também é possível pleitear bolsas para cursos de idiomas, pós graduação, técnicos, cursos livres ou ensino básico. Mais de 4700 instituições já estão conveniadas com o programa oferecendo as mais diversas vantagens para quem optar por ele.

 

Alguma dúvida? Não deixe de comentar! 🙂

9 Comentários

  1. arthur 25 de julho de 2016
    • Danilo 28 de julho de 2016
      • LEONARDO SILVA SANTOS 23 de setembro de 2016
  2. Leonardo Peterson 25 de setembro de 2016
    • Danilo 4 de outubro de 2016
  3. Paula 25 de setembro de 2016
    • Danilo 4 de outubro de 2016
  4. Grazyelle 1 de dezembro de 2016
  5. Cristiane 4 de fevereiro de 2017

Adicionar comentário